Quem é Dr. Carlos Stella?


Nascido na cidade de São Paulo em 27 de janeiro de 1948, filho da dona Carolina de Almeida Stella, descendente de italianos e portugueses. O pai dela era o senhor Joaquim de Almeida, um reconhecido advogado e de família tradicional na politica portuguesa e mãe, Silvia Pardini, uma das mulheres mais bonitas e gentil que ele dizia ter conhecido. Ela adorava ajudar as pessoas, era gentil e sofria calada quando se deparava com injustiças da vida. Uma verdadeira lutadora. O pai de Dr. Stella era neto de italianos, não se sabe o porquê, mas era chamado de BEBÉ.

“Meu pai Humberto era extremamente ético. Quando trabalha no Joquey Club, como pagador não aceitava receber qualquer gratificação: dizia já recebo meu salário.” Comenta Dr. Stella, como exemplo de vida para ele.

Carlos sempre estudou em escolas públicas. “Estudei violino, francês e inglês. Nunca fui um expoente na escola, mas procurava sempre ajudar as pessoas. Lembro-me que, pela minha maneira de ser, meu pai foi procurado pelo padre da igreja, proxima a minha escola, oferecendo para que estudasse na Italia. Meu pai, para meu bem, não concordou. Mais tarde no ginasio uma professora de francês, ofereceu a oportunidade para que eu fosse para a França estudar. Também não fui.” Comenta.

Dentro das suas possibilidades nunca virou as costas para quem quer que fosse. Jamais ficou com raiva de alguém, mesmo de quem o tivesse prejudicado. É incapaz de guardar rancor.

Seus filhos foram criados dessa maneira. Leonardo Adolfo Spuras Stella, um respeitado cirurgião plástico, quando era adolescente, pedia que ele parasse o carro, caso visse alguém caído na calçada, mesmo bebado, para sentar a pessoa junto a parede. Não admite que se contem piadas racistas em sua frente e, ainda, sofre muito, pois não tem maldade em seu coração.

Sua filha Ana Karina Spuras Stella, é médica com especialidade em eco-cardiografia-pediatrica. Seus amigos são eternos. Passou, em primeiro lugar, em um concurso para médica pediatrica em um município próximo a São Paulo. Quando foi assinar sua nomeação desistiu, porque não compensava o salário. A Secretaria da Saúde do Município a chamoui e disse: não precisa cumprir o horário. Minha filha não aceitou. Ela jamais pensa em não cumprir aquilo para o qual foi designada.

A terceira filha é Sylvia Spuras Stella, advogada e administradora de empresas. Trabalha com o Dr. Stella em seu escritório de advocacia. Seus amigos são de longa data. Na família eles a apelidamos de INSS, pois quer ajudar a todos.

Quando era pequeno ajudava as vizinhas a irem à feira, carregarem o carrinho. O proprietario da farmácia que tinha perto de caso Sr. Oswaldo Zambom me deixava ficar na farmácia atendendo as pessoas. Creio que mais atrapalhava, pois tinha uns 10 anos.

Dr Stella trabalha em escritório de advocacia desde os 15 anos (após não ter entrado nas forças armadas, como era a vontade de seu pai). Mesmo quando trabalhava em banco ele sempre dava um jeito de ter algum cliente, mesmo não formado.

Paralelo ao escritório de advocacia, Dr. Stella teve uma empresa de segurança que a vendeu em 1998.

Ele não sabe dizer quando surgiu a idéia de ajudar as pessoas em moradia e saúde. Mas já o faz há muito tempo.

Carlos lembra que quando era recem formado, retirou, na marra, a mãe de um amigo que estava hospitalizada e o tratamento, segundo os médicos que consultou, estava errado.

Sempre superou os obstaculos. Nunca teve medo de absolutamente nada. Gosta de trabalhar e ouvir musica. Em seu escritório, enquanto escreve, escuta música, normalmente classsicas.

Dr. Stella crê que os fatos dependem de superação. Buscar o ideal que se pretende. Ele assume o proposito de iniciar uma revolução etica na política brasileira. Já começou. E nada o deixa mais feliz do que encontrar pessoas que apoiam a idéia de iniciar uma reforma etica no Brasil.

Como incentivo a outros e sua campanha. Carlos Stella está iniciando a gravação de varios videos em que procura de maneira sintetica mostrar suas ideias.

Stella ainda comenta: “Vou buscar apresentar nesses videos, que as pessoas se unam a mim e divulguem a idéia de ética na política. Nosso país é muito grande e rico. Só não pode continuar “deitado no berço esplendido”. Vou conseguir iniciar estas mudanças”.

Talvez você também goste

Mais Sobre: Política

Não Perca

Compartilhar Conteúdo
Release / Artigo
Texto com Imagens
Vídeo
Youtube, Vimeo ou Vine
Áudio
Soundcloud ou Mixcloud
Imagem
Fotos e Imagens