Sem categoria

Dassault Systèmes apresenta amplo crescimento no primeiro trimestre com receita do software 3DEXPERIENCE aumentando fortemente


0
A Dassault Systèmes anuncia os resultados financeiros não auditados do IFRS para o primeiro trimestre encerrado em 31 de março de 2018. Estes resultados foram revisados pelo Conselho de Administração da empresa em 24 de abril de 2018. A empresa adotou o IFRS 15 a partir de 1º de janeiro de 2018. Este comunicado de imprensa inclui os resultados do primeiro trimestre de 2018 de acordo com o IFRS 15, bem como com o padrão anterior do IAS 18, e inclui uma explicação resumida das principais diferenças para a empresa. Além disso, este comunicado de imprensa também inclui informações financeiras em uma base não-IFRS (tanto IFRS 15 quanto IAS 18) com reconciliações incluídas no Apêndice desta comunicação.

Resumo dos destaques do primeiro trimestre de 2018 e resumo financeiro

(Não auditado, com referências às informações financeiras do IAS 18)

  • Resultados do primeiro trimestre bem alinhados com os objetivos financeiros da Dassault Systèmes;
  • Licenças e outros softwares aumentam 14% organicamente em moeda constante (IAS 18);
  • Receita do software 3DEXPERIENCE aumentou 26% em moeda constante (IAS 18);
  • Amplo crescimento na maioria das indústrias e geografias;
  • Atividade 3DEXPERIENCE Cloud subiu significativamente;
  • Forte fluxo de caixa das operações, alta de 17% para € 407 milhões (IAS 18);
  • DS confirma objetivos financeiros pra o ano de 2018 IAS 18: crescimento de receita não-IFRS de 8% para 9% em moeda constante, ganho por ação não-IFRS em alta de 6% a 8% ou em moeda constante entre 11% e 13%;
  • Conselho de Administração propõe aumento de 9% no dividendo anual para o exercício fiscal de 2017.
  • Bernard Charlès, Vice-Presidente e CEO da Dassault Systèmes, comentou: “Estamos vivendo um Renascimento da Indústria global, trazendo novas formas, reais e virtuais, de inventar, aprender, produzir e comercializar. Os principais negócios do futuro serão aqueles que capacitarão a força de trabalho do futuro e suas redes de valor com conhecimento e know-how para oferecer novas categorias de soluções sustentáveis. As plataformas de experiência digital são as infraestruturas do século 21: já transformaram serviços de varejo, transporte e hospitalidade; o mundo industrial é o próximo. O 3DEXPERIENCE Marketplace posiciona a Dassault Systèmes como um catalisador dessa transformação.
    “O aumento acentuado na receita de licenças 3DEXPERIENCE prova que nossa plataforma 3DEXPERIENCE abre novas oportunidades de mercado. Ela traz um valor agregado incomparável aos clientes em termos de liderança e inovação, já que a plataforma é um sistema operacional, como mostrado neste trimestre pela Gilead Sciences, além de ser um modelo de negócios. A nossa oferta Cloud representa para empresas de grande e pequeno porte, como novos compromissos recentes com a Kärcher e EVelozcity, a possibilidade de reduzir a zero a distância de seus próprios clientes. Para a comunidade de usuários do SOLIDWORKS, representa a oportunidade de se beneficiar de uma ampla gama de serviços de marketplace”.
  • Primeiro trimestre de 2018 versus Comparações Financeiras de 2017 com Base no IAS 18 (“IAS 18 IFRS e IAS 18 não-IFRS”)

    ·Com base no IAS 18, a receita total aumentou 10% (IFRS) e 9% (não-IFRS). Os resultados financeiros do primeiro trimestre incluem a EXA Corporation, uma aquisição concluída em 17 de novembro de 2017. Excluindo aquisições, a receita total não-IFRS do IAS 18 aumentou 7% e a receita de software aumentou 8%. (Todas as taxas de crescimento estão em moedas constantes.)

    ·Em uma base IAS 18 e em moedas constantes, a receita de software aumentou 11% (IFRS) e 10% (não-IFRS). As licenças e outras receitas de software cresceram 14% (IFRS e não-IFRS), com crescimento de dois dígitos para CATIA, SOLIDWORKS, ENOVIA, SIMULIA, DELMIA e GEOVIA. A receita recorrente não-IFRS, composta de receita de Subscrição e de Suporte, representou 74% da receita de software não-IFRS. A receita recorrente não-IRFS aumentou 9%, refletindo o forte crescimento na receita de Subscrição, incluindo a aquisição da EXA, e continuou com fortes taxas de renovação de Suporte em todas as três regiões. (Nas demonstrações financeiras da empresa, o item "Receitas periódicas e de manutenção" foi atualizado para "Receitas de Subscrição e de Suporte" começando no primeiro trimestre de 2018 e combinadas representam a "Receita Recorrente" da empresa).

    ·A receita do software não-IFRS IAS 18 aumentou dois dígitos em moedas constantes nos segmentos: Transportes e Mobilidade, Aeroespacial e Defesa, Equipamento Industrial, Bens de Consumo e Varejo, Arquitetura, Engenharia e Construção e Recursos Naturais. A empresa observou uma melhoria no segmento de Ciências da Vida.

    ·Em uma base regional IAS 18: a receita de software não-IFRS da Ásia aumentou 16% no crescimento de base ampla na China, Índia e Coréia do Sul e houve uma forte melhora no Japão. Na Europa, as receitas de software não-IFRS aumentaram 6%, com desempenhos notáveis na Europa Ocidental e do Sul, bem como na Rússia. Nas Américas, a receita de software não-IFRS aumentou 11% na dinâmica de crescimento da América do Norte. A receita de software não-IFRS nos países de alto crescimento aumentou 12% com o forte crescimento em vários países. (Todas as taxas de crescimento estão em moedas constantes.)

    ·Com base no IAS 18, a receita do software 3DEXPERIENCE aumentou 26% durante o primeiro trimestre de 2018, com as contínuas implantações do Go Live e novos investimentos 3DEXPERIENCE começando com diversos clientes grandes. Mais especificamente, a empresa obteve novas conquistas, incluindo no segmento de Veículos Elétricos, onde tem presença líder na indústria, e em Equipamento Industrial, Marinha e Offshore e Alta Tecnologia, bem como o crescimento acentuado de programas 3DEXPERIENCE em grandes clientes nos segmentos de Transporte e Mobilidade, Aeroespacial e Defesa bem como em Produtos Industrializados Para o Consumidor e Varejo. A atividade em Cloud da plataforma 3DEXPERIENCE subiu significativamente durante o primeiro trimestre.

    ·A receita de serviços de € 84 milhões permaneceu inalterada em moedas constantes (IAS 18 IFRS e não-IFRS) com um desempenho misto. A empresa observou um forte crescimento na atividade de serviços 3DEXPERIENCE.

    ·O resultado operacional do IFRS IAS 18 aumentou 8%. Os lucros operacionais não-IFRS IAS 18 totalizaram € 208,3 milhões, representando um aumento de 4% como reportado, mas de 18% em moeda constante. A margem operacional não-IFRS IAS 18 aumentou 80 pontos base para 27,0% no primeiro trimestre, comparado a 26,2% no mesmo período do ano anterior, refletindo melhora orgânica subjacente de 240 pontos base, compensada por efeitos negativos de 110 pontos base e diluição de aquisição estimada em 50 pontos base.

    ·Refletindo principalmente a Lei de Reforma Tributária dos Estados Unidos de 2017, as alíquotas efetivas do IAS 18 IFRS e não-IFRS da empresa diminuíram para 25,0% e 28,9%, respectivamente, no primeiro trimestre de 2018, comparadas a 31,8% e 31,9%, respectivamente, no mesmo período do ano anterior.

    ·A receita financeira não-IFRS IAS 18 totalizou € 5,2 milhões no primeiro trimestre de 2018, em comparação a € 0,6 milhão no mesmo período do ano anterior, principalmente devido a menores perdas cambiais.

    ·O resultado líquido diluído IFRS IAS 18 por ação aumentou 18% ou 33% em moeda constante. O resultado líquido diluído não-IFRS IAS 18 por ação totalizou € 0,59, aumentando 11% ou 26% em moeda constante.

    Perspectiva de negócios
     (Discussão sobre a base não-IFRS IAS 18, com taxas de crescimento de receita em moeda constante)

    Pascal Daloz, Vice-Presidente Executivo, CFO e Diretor de Estratégia Corporativa da Dassault Systèmes, comentou: “Esperávamos um começo forte em 2018 e temos a satisfação de informar que os resultados do primeiro trimestre vieram bem alinhados a esse objetivo. A receita de software aumentou 10%, com licenças e crescimento de outro software de 14% e crescimento da receita recorrente de software de 9% em moedas constantes. Os ganhos por ação aumentaram 11% ou 26%, excluindo as grandes variações de moeda. Esses bons resultados também se refletem no forte fluxo de caixa das operações, com alta de 17%.

    “É importante ressaltar que os resultados do primeiro trimestre demonstraram a melhoria do alcance e do equilíbrio do nosso desempenho financeiro. Nossos três canais de vendas, todas as principais marcas e 9 das 12 regiões relataram um forte crescimento da receita de licenças em moedas constantes. Além disso, olhando para o desempenho total de software, vimos um padrão semelhante de crescimento nos segmentos de: Transporte e Mobilidade, Aeroespacial e Defesa, Equipamento Industrial, Bens de Consumo e Varejo, Arquitetura, Engenharia e Construção e Recursos Naturais, bem como melhoria no segmento de Ciências da Vida.

    “Para o segundo trimestre, prevemos um forte desempenho com crescimento de receita não-IFRS total entre 8% e 10%, e aumento do valor da ação não-IFRS entre € 0,65 e € 0,68, representando crescimento de cerca de 16% a 22% em moeda constante (todos em uma base IAS 18).

    “Estamos reafirmando nossos objetivos financeiros de 2018 com o IAS 18 não-IFRS com crescimento total de receita de cerca de 8% a 9% em moeda constante, uma margem operacional não-IFRS IAS 18 de 31% a 31,5% e ganhos por ação não-IFRS IAS 18 de € 2,83 a € 2,88, representando um crescimento de cerca de 11% a 13% em moeda constante.

    “Em resumo, o primeiro trimestre realça bem nossa estratégia e propulsores de crescimento no trabalho. Estamos ansiosos em compartilhar nossas perspectivas para o futuro em nosso ‘Capital Markets Day’ (do inglês, Dia do Mercado de Capitais), que acontecerá no dia 15 de junho”.

                   Os objetivos financeiros do segundo trimestre e do ano de 2018 da empresa são apresentados no IAS 18 em uma base não-IFRS:
    • O objetivo da receita total não-IFRS IAS 18 do segundo trimestre de 2018 é aproximadamente de € 815 milhões a € 830 milhões, com base nas premissas de taxas de câmbio abaixo, crescimento entre 8% a 10% em moeda constante; margem operacional não-IFRS de aproximadamente 29% a 30%; e EPS (ganho por ação) não-IFRS de cerca de € 0,65 a € 0,68, subindo de 5% a 10%, ou cerca de 16% a 22% em moeda constante;
  • ·O objetivo de crescimento da receita não-IFRS IAS 18 de 2018 de aproximadamente 8% a 9% em moedas constantes de € 3,355 a € 3,385 bilhões (refletindo as principais premissas da taxa de câmbio 2018 abaixo para o dólar americano e o iene japonês, bem como o impacto potencial de outras moedas representando aproximadamente 17% da receita total da empresa em 2017);

         

    ·A margem operacional não-IFRS IAS 18 2018 de aproximadamente 31% a 31,5%, comparada a 32% em 2017, refletindo diluição de aquisição e flutuações da moeda compensadas em parte pela melhoria orgânica moderada em moeda constante;

    ·O ganho por ação (EPS) 2018 não-IFRS IAS 18 de aproximadamente € 2,83 a € 2,88 euros, representando um objetivo de crescimento de cerca de 6% a 8%, ou cerca de 11% a 13% numa base de moeda constante;

    ·Os objetivos são baseados em premissas de taxa de câmbio de US$ 1,25 por € 1,00 para o segundo trimestre de 2018 e US$ 1,20 por € 1,00 para o segundo semestre de 2018; e do iene japonês JPY 135,0 por € 1,00 para o segundo trimestre de 2018 e JPY 134,5 por € 1,00 para o ano de 2018 completo antes da cobertura cambial.

    Esses objetivos são preparados e comunicados apenas em uma base não-IFRS e estão sujeitos à declaração de cautela definida abaixo.

    Os objetivos não-IFRS 2018, que são apresentados em uma base IAS 18, estabelecidos acima, não levam em consideração os seguintes elementos contábeis e são estimados com base nas principais taxas de câmbio de 2018: reduções de receita diferidas estimadas em aproximadamente € 5 milhões com base no IAS 18, despesas com remuneração baseada em ações, incluindo encargos sociais relacionados, estimados em aproximadamente € 78 milhões e amortização de intangíveis adquiridos estimada em aproximadamente € 160 milhões. Os objetivos acima também não incluem nenhum impacto de outras receitas e despesas operacionais líquidas, principalmente de despesas de aquisição, integração e reestruturação, de itens únicos incluídos em receita financeira e de ganhos e perdas de reestruturação tributária. Por fim, essas estimativas não incluem qualquer nova opção de ações ou subsídios de ações, ou quaisquer novas aquisições ou reestruturações concluídas após 25 de abril de 2018.

    Fluxo de caixa e outros destaques financeiros segundo o IAS 18 para comparações ano a ano

    O fluxo de caixa líquido da empresa decorrente das operações do primeiro trimestre encerrado em 31 de março de 2018 é idêntico ao IFRS 15 em comparação ao IAS 18, embora algumas das linhas de itens sejam diferentes. (Veja a página 19 no Apêndice deste comunicado de imprensa para obter mais detalhes, incluindo a reconciliação da demonstração do fluxo de caixa e balanços patrimoniais de acordo com o IFRS 15 comparadas ao IAS 18 para o trimestre e período encerrado em 31 de março de 2018).

    O fluxo de caixa operacional líquido IAS 18 aumentou 17% para € 406,9 milhões no trimestre encerrado em 31 de março de 2018, comparado a € 347,8 milhões no primeiro trimestre de 2017 sobre crescimento do lucro líquido e evolução do capital de giro.

    A posição financeira líquida da Dassault Systèmes totalizou € 1,85 bilhão em 31 de março de 2018, comparado a € 1,46 bilhão registrado em 2017, refletindo caixa, equivalentes de caixa e investimentos de curto prazo de € 2,85 bilhões e dívida de longo prazo de € 1,00 bilhão.

    Recomendação de dividendos em dinheiro, data da assembleia anual de acionistas e arquivamento do relatório anual regulatório

    O Conselho de Administração agendou a Assembleia Geral Ordinária para 22 de maio de 2018 e está recomendando um dividendo equivalente a € 0,58 por ação no ano fiscal encerrado em 31 de dezembro de 2017, representando um aumento de aproximadamente 9% em relação ao ano anterior no valor de € 0,53 por ação. Além disso, como nos últimos anos, também será proposto que seja concedida a cada acionista a opção de escolher receber o pagamento do dividendo em dinheiro ou em novas ações -. entre 29 de maio de 2018 e 8 de junho de 2018, inclusive. As ações serão negociadas como ex-dividendos a partir de 29 de maio de 2018. Os dividendos serão pagos a partir de 19 de junho de 2018. Essas recomendações estão sujeitas à aprovação dos acionistas na Assembleia Geral Ordinária. Para obter mais informações, consulte o DocumentdeRéférence da Empresa de 2017 arquivado na Autorité des Marchés Financiers (AMF) em 21 de março de 2018. O DocumentdeRéférence de 2017 e uma tradução para o inglês deste documento estão disponíveis no site da empresa.



    Resumo dos negócios recentes, tecnologia e anúncios de clientes

    Corporativo:

    -Durante a semana de 16 de abril, a empresa realizou sua conferência anual “Design in the Age of Experience” (O Design na Era da Experiência), em Milão, Itália. Para a Dassault Systèmes e seus clientes, o design é maior do que a estética ou produtos. O design é o começo de experiências sustentáveis que mudam vidas e ajuda a abordar os principais desafios enfrentados pela sociedade – como ação do clima, habitação, mobilidade e saúde. Os designers estão no ponto focal, ligando forma, função e, às vezes, "magia" para transformar a forma como vivemos, trabalhamos e nos divertimos.

    – Dassault Systèmes Acelera o Renascimento Global da Indústria com Lançamento de Marketplace Online. Em 1º de fevereiro de 2018, a empresa lançou oficialmente o 3DEXPERIENCE Marketplace, seu ecossistema online para serviços industriais e provedores de conteúdo. Cinquenta fabricantes digitais com mais de 500 máquinas e 30 milhões de componentes de 600 fornecedores ajudarão as empresas a alavancar novas maneiras de inovar. Com o 3DEXPERIENCE Marketplace, a Dassault Systèmes traz para o mundo industrial uma plataforma de negociação online tão disruptiva quanto o primeiro mercado de varejo.

    Clientes:

    – Em 22 de fevereiro de 2018, a Dassault Systèmes anunciou que a Kärcher, líder mundial no fornecimento de tecnologia de limpeza, adotou a plataforma 3DEXPERIENCE para transformar digitalmente seus processos existentes em todo o mundo e ser a primeira a comercializar de forma eficiente sistemas, produtos e serviços de limpeza. A Kärcher contará com a industry solution experience “Single Source for Speed” baseada na plataforma 3DEXPERIENCE. A empresa pode integrar seus processos de desenvolvimento de produtos, melhorar a colaboração e o compartilhamento de conhecimento para até 1.200 funcionários e reduzir custos de desenvolvimento de produtos e de produção.


Gostou? Compartilhe!

0
Gabriel Cruz

Compartilhar Conteúdo
Release / Artigo
Texto com Imagens
Vídeo
Youtube, Vimeo ou Vine
Áudio
Soundcloud ou Mixcloud
Imagem
Fotos e Imagens