Acessar

Campus/Elsevier lança Como Influenciar a Mente do Consumidor

Como influenciar a mente do consumidor apresenta as mais novas pesquisas e insights sobre a forma de explorar o inconsciente do consumidor. Roger Dooley explica o uso do neuromarketing e da pesquisa sobre comportamento para fazer melhores ofertas aos consumidores por meio da compreensão de seus padrões de decisão. Lançado no Brasil pela Campus/Elsevier, o livro contém lições fáceis e rápidas, com estratégias fundamentais para as abordagens de vendas face a face, online, por anúncios impressos e outros meios de marketing.

De acordo com os mais importantes neurocientistas, 95% de todos os pensamentos, emoções e aprendizado ocorrem antes mesmo de nos darmos conta. Mesmo assim, a maioria das iniciativas de marketing abre mão desse enorme inconsciente para focar na mente racional, consciente. Quem deseja deixar a concorrência para trás, precisa parar de vender para apenas 5% do cérebro do seu cliente. Graças à incrível neurociência moderna, agora existem ferramentas que podem ajudar a explicar os processos cognitivos do cérebro. Ao compreender como a mente das pessoas funciona, é possível apelar para o poderoso inconsciente e conseguir melhores resultados.

“Todos nós gostamos de pensar que existem boas razões para o que fazemos e que nossas decisões resultam de processos conscientes e ponderados. Embora certamente existam elementos racionais em muitas de nossas decisões e ações, os pesquisadores estão constantemente demonstrando novos meios pelos quais o subconsciente impulsiona nossas escolhas, muitas vezes com um mínimo de envolvimento consciente”, explica o autor.

O neuromarketing estuda o modo como o cérebro responde a vários estímulos cognitivos e sensoriais do marketing. Os analistas o usam para descobrir a preferência dos consumidores, a que eles reagem e porque que tomam determinadas decisões. Se as técnicas de neuromarketing forem usadas adequadamente, teremos melhores anúncios, melhores produtos e consumidores mais felizes. Quem não iria querer um produto que agrade mais ou um comercial menos entediante? Os consumidores não estariam em melhor posição se as empresas não os importunasse com campanhas caras a ineficazes?

É uma leitura reveladora sobre como minimizar a dor dos altos preços por meio de pacotes, usando chamarizes e ancorando preços de modo eficiente, para conquistar a fidelidade dos clientes através de recompensas e manter as associações com sua marca consistentes. Dessa forma, as marcas tornam-se mais conhecidas, através da introdução de características sensoriais nos produtos, serviços e marketing para apelar diretamente às emoções e memórias dos consumidores.

  • Estado: Acre

Contatar Autor da Pauta

Campos marcados com * são obrigatórios
Informação Pessoal
Mensagem