Publicado em Tecnologia

Stratasys anuncia abertura de inscrições para o estudo clínico 3DHEART sobre o uso, em planejamentos cirúrgicos, dos modelos de corações impressos em 3D

por em18 Abril 2017 352 acessos
  • .
Report ThisConteúdo Inadequado? Avise-nos

 

Este estudo clínico é aprovado pelo “Programa de Responsabilidade Social da Stratasys”,

Corporate Social Responsibility (CSR) na sigla em inglês

Minneapolis, Minnesota (EUA) e Rehovot (Israel)— A Stratasys Ltd. (Nasdaq:SSYS), empresa de soluções de impressão 3D e manufatura aditiva, acaba de anunciar a abertura de inscrição de pacientes para o 3D Hearts Enabling A Randomized Trial” (3DHEART), um estudo investigativo do tipo randomizado cego sobre o uso de modelos de órgãos impressos em 3D, específicos de cada paciente, durante o período de planejamento pré-operatório para cirurgia cardíaca pediátrica. A Stratasys está oferecendo todo o apoio com equipamentos e materiais para produção dos modelos em 3D utilizados na experiência.

O estudo está sendo conduzido por médicos do Hospital Morgan Stanley para Crianças, instituição ligada ao Hospital New York-Presbyterian, do Children's Hospital de Filadélfia, do Children's National Medical Center e do Phoenix Children's Hospital, com até 20 sites adicionais nos Estados Unidos.

O estudo se centra em doentes pediátricos cardíacos congênitos que necessitam de reparação complexa de dois ventrículos. O desfecho primário em estudo é o tempo de circulação extracorpórea com desfechos secundários, incluindo a prevalência de complicações cirúrgicas (morbidade), mortalidade e avaliação médica de utilidade. O estudo é administrado pela OpHeart, organização sem fins lucrativos, cuja missão é melhorar as probabilidades e resultados para crianças nascidas com defeitos cardíacos com risco de vida.

"Este estudo é extremamente importante para finalmente quantificar o que é possível saber em primeira mão sobre a experiência de impressão 3D de modelos específicos de pacientes, com o objetivo de melhorar os processos cirúrgicos, seus resultados, além de proporcionar tratamentos com custos menores", explica o Dr. Yoav Dori, cardiologista pediátrico do Children's Hospital de Filadélfia. Segundo ele, se isso puder ser demonstrado empiricamente, será um marco da transformação no tratamento não só de crianças com defeitos cardíacos congênitos, mas dos pacientes em geral.

A amostra do estudo abrange 400 pacientes pediátricos. A Stratasys, uma das maiores fornecedoras de soluções de impressão 3D e manufatura aditiva avançada do mundo, teve sua impressora 3D Stratasys Connex, multicores e multimateriais, utilizada para a impressão de modelos cardíacos para 200 desses pacientes. Esses biomodelos baseiam-se nos exames de ressonância magnética ou tomografia computadorizada dos pacientes e permitem que o cirurgião avalie e pratique uma réplica precisa do coração antes da cirurgia. O estudo consiste em um comparativo dos benefícios do uso de biomodelos junto a estes 200 pacientes com os resultados de outros 200 indivíduos, que estão sendo tratados apenas com base nos resultados dos exames tradicionais em 2D.

"A Stratasys orgulha-se de integrar este estudo histórico que, pela primeira vez, fornecerá evidências de dados prioritários sobre os benefícios potenciais do uso de modelos de planejamento cirúrgico específicos dos pacientes, impressos em 3D. Por isso, estamos empenhados em avançar com nossas tecnologias para uma variedade de aplicações médicas, incluindo modelos anatômicos, protótipos de dispositivos médicos e protéticos", declara Scott Rader, gerente geral de Soluções de Saúde da Stratasys. De acordo com o executivo da Stratasys, reunir esse tipo de dados aumentará a conscientização sobre as vantagens que os clientes do setor de saúde já relatam individualmente, incluindo cirurgias melhor planejadas com tempos de recuperação mais rápidos.

Anne Garcia, diretora executiva da OpHeart, por sua vez, afirma que este estudo é verdadeiramente extraordinário por ser  um esforço conjunto da comunidade médica e da indústria. “Os médicos viram em primeira mão como a impressão 3D pode salvar vidas, mas não tinham, até agora, recursos para quantificar substancialmente as evidências anatômicas. Este estudo fará isso. Estou orgulhosa de trabalhar com um grupo tão dedicado de médicos e líderes da indústria para melhorar a vida de crianças, como minha filha. Agradeço a Stratasys por seu apoio inabalável", ressalta Anne Garcia, diretora executiva da OpHeart.

Outros depoimentos de apoio

  • Para Greg Reynolds, vice-presidente de Manufatura de Aditivos da Stratasys, é realmente uma honra contribuir para um estudo tão impactante com potencial de revolucionar o planejamento cirúrgico e mudar a vida dos pacientes para melhor. "Nós compreendemos a natureza crítica deste projeto e trabalhamos com os pesquisadores para desenvolver um processo de produção robusto e responsivo, que coloque estes modelos nas mãos dos cirurgiões dentro de três ou quatro dias em média", acrescenta Reynolds.
  • “A participação da Stratasys no estudo clinico da OpHeart é uma parte vital de nossas iniciativas do Programa de Responsabilidade Social (CSR) da Stratasys para auxiliar a moldar vidas e fazer a diferença, melhorando os procedimentos médicos, equipamentos e processos”, explica Arita Mattsoff, vice-presidente de Relações Públicas, Liderança de Pensamento e Responsável pela CSR da Stratasys. Ela acrescenta que o 3DHEART é um exemplo perfeito de iniciativa que ajuda a disseminar as aplicações avançadas em impressão 3D para melhorar, de modo expressivo, os resultados cirúrgicos.

Sobre a Stratasys

Por mais de 25 anos, a Stratasys (NASDAQ: SSYS) tem sido o principal player e a força determinante em impressão 3D e manufatura aditiva - moldando a forma como as coisas são feitas. Com sede em Minneapolis, no Estado de Minnesota, EUA, e em Rehovot, Israel, a empresa capacita clientes de uma ampla gama de mercados verticais, possibilitando novos paradigmas de design e fabricação. As soluções da empresa oferecem aos clientes liberdade de design e flexibilidade de fabricação inigualáveis ​​- reduzindo o tempo de lançamento de novos produtos no mercado e diminuindo os custos de desenvolvimento, ao mesmo tempo em que aprimora projetos e comunicações. As subsidiárias da Stratasys incluem MakerBot e Solidscape, e o portifólio da Stratasys inclui impressoras 3D para prototipagem e produção; uma ampla gama de materiais de impressão 3D; peças sob demanda por meio da Stratasys Direct Manufacturing; consultoria estratégica e serviços profissionais. Além disso, inlcui as comunidades Thingiverse e GrabCAD com mais de 2 milhões de arquivos 3D imprimíveis  gratuitos. Com mais de 2.700 funcionários e 1.200 patentes de manufatura aditiva concedidas ou pendentes, a Stratasys recebeu mais de 30 prêmios de tecnologia e liderança. Visite nosso site: www.stratasys.com, o http://blog.stratasys.com/ e siga-nos no LinkedIn.

GPCOM Comunicação Corporativa – Assessoria da Stratasys

Clezia Martins Gomes - Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Giovanna Picillo

(11) 3129-5158

www.gpcom.com.br